O MANUSCRITO DE SOBREVIVÊNCIA - PARTE 426



O MANUSCRITO DE SOBREVIVÊNCIA 
PARTE 426
Os Companheiros Constantes 
Canal: Aisha North
28.09.2014


Começamos esta missiva dizendo que até agora já conseguiram perfurar alguns furos na membrana que os separa de sua própria grandeza. Como estrelas no firmamento, essas pequenas aberturas começarão a permitir a entrada de uma Luz poderosa, que irá começar a atrair a atenção, não apenas sua, mas também de outros.

Como percebem, não estão aqui para apenas para descobrirem suas próprias grandezas, estão aqui para utilizarem essa alta tensão de Luz para criarem uma mudança em grande escala - não apenas em seu planeta, mas em toda a Criação.

Isso contribui para suas quantidades já consideráveis de razões, antes de começarem a pensar serem indignos de toda essa atenção e saberem que estão muito acima e além de qualquer coisa que possamos falar sobre vocês, de nossos mais pródigos elogios.

Verdadeiramente são deuses em seu próprio direito. Ainda assim, a redescoberta disso está em algum lugar, no futuro. Mas agora, pelo menos, irão começar a ter uma pequena noção disso através da Luz que começará a se infiltrar, através dessas pequenas aberturas que criaram para si próprios.

Isso também vai começar a igualar a pressão entre o pequeno e apertado compartimento em que atualmente se encontram e o enorme espaço cheio de luz que são seus para entrar, sempre que conseguirem tomar coragem e determinação suficiente para passarem para o outro lado, que ainda parece ser intransponível.

Ou seja, suas mentes ainda pensam que é intransponível, embora muitos de vocês já estejam começando a se aventurar mais perto a cada dia e, na verdade, à noite.

Muito deste processo será regido por seus Eus Superiores, aquelas partes suas que às vezes parecem estar tão distante e que, ainda, não têm ideia de que exista. Noutros momentos, no entanto, sentem-se confortavelmente imersos na doçura de si mesmos e só sabem que, finalmente, estão em casa.

Bem, vocês dois (Nota Stela - você e seu Eu Superior) realmente estão prestes a se conhecerem melhor, agora que estas pequenas aberturas começarem a ajudar esses encontros de uma maneira muito nova.

Lembrem-se de que suas hesitações, certamente irão abrandar o ritmo, embora também saibamos que seus Eus Superiores já estejam confiantes em seus próprios sucessos. E assim, vocês dois juntos, encontrarão uma maneira de superarem esses obstáculos que as suas partes humanas ainda tentarão, tão fervorosamente, inventar.

Porque, assim como a velha separação começa a chegar ao fim, a proximidade da grandeza poderá ser, às vezes, quase insuportável de ser sentida e ao invés de procura-la em frente, poderão estar tentando resistir à ela.

Poderão se ​​sentir pequenos para conterem tudo isso e muito limitados para sequer começarem a entendê-la. Todavia, isso não é algo que precisem entender. Na verdade, será muito melhor nem tentar fazê-lo.

Esta não é uma tarefa intelectual dada a você, um enigma que precisa ser resolvido pelo seu homólogo humano. Não, isto é simplesmente algo que terão que se permitir a realizar com cada fibra do seu ser e sem qualquer hesitação.

Poderão realizá-la de suas próprias maneiras, como preferirem, embora também possam optar por simplesmente se afastar e deixarem suas próprias grandezas conduzi-los por todo caminho, de volta casa.

Mais uma vez, a escolha é individual.

Lembrem-se que o que suas mentes humanas ainda pensam como livre-arbítrio está, de fato, sob a jurisdição de seus próprios Eus Superiores. Então, tudo o que seus corações lhes disserem será verdade e tudo o que suas mentes tentarem fazer, será simplesmente uma invenção da imaginação - não é algo que possa ser interpretado como parte de seus livres-arbítrios em tudo.

São todos seres soberanos; todavia quando dizemos isso, nos referimos à totalidade do seu ser e não para uma pequena parte sua que está sob a definição de seu ego humano.

Em muitos, um tumulto interior poderá entrar em erupção em um ponto ou outro. Ou seja, se tentar ir contra a sua própria vontade e lutar muito para manter uma velha e limitada ideia de si ainda executando suas ações e intenções.

Isso poderá facilmente acontecer e a razão também é fácil de explicar. Foram programados para ouvir aquela pequena voz interior, vida após vida e assim olham para ela como seu símbolo quando, na verdade, é apenas um sussurro daquelas camadas mais distantes do seu ser.

Então, desta vez, certifiquem-se de darem-se o benefício da dúvida, sempre que esta velha chamada "voz da razão" começar, mais uma vez, vir com todos os tipos de sugestões a respeito de não permitir que suas próprias grandiosidades começarem a brilhar.

Porque não será a voz da razão e, sim, simplesmente a velha história de ilusão. Agora, lhes foi dada a tarefa de rasgar em pedaços aquele antigo véu para revelar seus Eus verdadeiros, que está sentado atrás dele, esperando por vocês para finalmente reivindica-los de volta.

Porque em todos os sentidos, agora chegou o momento para a etapa adiante para corajosamente dar um passo e dizer: "Este Sou Eu, não esse pequeno fragmento da humanidade que atualmente me permite estar presente aqui nesta grande ocasião - nestes tempos grandiosos - não apenas para a humanidade, mas para toda criação. E graças a mim, esta oportunidade finalmente surgiu. Agora vou fazer tudo que posso para não ficar no caminho de mim ou de qualquer outro. Vou acrescentar o meu peso considerável para esta roda, já rolando, que está levando a todos nós para o novo e longe do velho".

Para isso é que estão aqui, para amplificarem a mudança, adicionando todas suas entidades em pacotes sem emendas, para unirem o que foi separado e permitirem que cada parte suas se unam de forma magnífica e coerente, alojadas em corpos de seres humanos relativamente pequenos, mas que carregam dentro de si o poder de toda a Criação.

Então, deem um passo para o lado e deixem suas grandezas assumirem a liderança. 

Não deixem suas ideias de pequenez retê-los por mais tempo, porque foram feitos para brilharem intensamente, queridos, e agora já começaram a permitir a este brilho escoar para fora, no espaço aberto.

Lembrem-se de que, quanto mais rápido permitirem que estas aberturas se ampliem, menor será a pressão,  e vice-versa, para determinar a velocidade, embora a velocidade também determine a intensidade de seu próprio processo.

Então, mais uma vez, permitam-se ao fluxo. Saibam que ele os ajudará a flutuar através dessas corredeiras rápidas de uma forma muito mais "confortável", se é que podemos usar essa palavra, para um processo que é, de fato, o mais importante e mais complexo já realizada por qualquer pessoa. Mas é por isso que estão aqui e é isso que estão mais do que capacitados para fazer.

Afinal, foram escolhidos a dedo para esta missão, porque verdadeiramente são os únicos que poderiam realizá-la. E por isso, não é por acaso que vocês se encontram, neste momento, agora, para o que estiveram se preparando - aparentemente uma eternidade.

Então, deem a si mesmos a liberdade que precisam para que possam encontrar uma maneira de entrar em sintonia com essas partes suas que já estão em andamento na realização dessa gigantesca tarefa. Permitam que estas partes, que ainda insistem que não são bons o suficiente, passem para trás e se calem.

São muito mais do que uma voz hesitante e sabemos que também sabem disso. São aqueles que possuem tudo isso e que agora chegou a hora de deixar este poder ser desencadeado, rompendo essa camisa de força em que tem estado manietados por tanto tempo.

Lembrem-se de que é a velha programação que está tentando fazê-los temerem seus próprios poderes. Foram muito bem ensinados para pensar que o que podem sentir profundamente dentro de si é algo que deve ser evitado a todo custo.

Sentem que se aproximam de uma mudança tão profunda que qualquer chamado ser humano "normal" recuaria automaticamente para longe dela, pois é o que lhes foi ensinado a fazer.

Foram bem treinados para evitarem a mudança a qualquer custo e para permanecerem obedientes a seus senhores em todos os momentos. E então, sempre que essa força interior começa a escoar para fora, muitos de vocês, imediatamente retrocedem, porque parece intimidá-los e até mesmo ameaçar suas próprias existências.

Acham que podem destruí-los, mas não poderão.
Simplesmente destruirão a ilusão que os manteve presos dentro dela, vida após vida.

Lembrem-se de que a humanidade aprendeu a abominar a mudança, todavia suas tarefas não é apenas dar o inicio, mas também terem sucesso em mudar tudo o que, até agora, têm encarado como realidade, agora que a verdade está começando a se escoar para fora de seus próprios ossos.

Assim, não admira que possam se sentir oscilando entre euforia e ansiedade em momentos como estes. Sabemos que todos sabem exatamente o que fazer e como fazê-lo.

Agora, a questão é simplesmente esta: quando estarão realmente prontos para permitirem que isso aconteça?

Por favor, respeite todos os créditos ao compartilhar
http://stelalecocq.blogspot.com/2014/10/o-manuscrito-de-sobrevivencia-parte-426.html
Aisha North – Channelingsand Words of Inspiration
Fonte e Tradução: Sementes das Estrelas / Candido Pedro Jorge 


Extraído de: http://stelalecocq.blogspot.com

Postagens mais visitadas deste blog

CÍRCULO DE LUZ E AMOR DE MARIA - MENSAGEM RECEBIDA AOS 07.03.2017 POR JANE RIBEIRO

O EVENTO FINAL

O Livro do Conhecimento: As Chaves de Enoch®